Luto: Morre o ator André Valli aos 62 anos

Morreu às 6h desta sexta-feira, vítima de câncer, o ator André Valli, 62 anos. Ele ficou famoso ao interpretar o Visconde de Sabugosa por dez anos na primeira versão do Sítio do Picapau Amarelo, na TV Globo.

O veterano atuou em cerca de 20 novelas entre elas “O Cafona” (1971), “O Bem Amado” (1973), “Escalada” (1975), “O Feijão e O Sonho” (1976), “Escrava Isaura” (1976) e “Selva de Pedra” (1986).

André morreu em seu apartamento em Copabacana e será enterrado em Recife, local onde nasceu. Seu corpo será velado no Teatro Villa Lobos, Zona Sul do Rio.

O ator começou sua carreira fazendo novela de rádio. Sua estréia profissional foi na peça "Roda Viva" de Chico Buarque. Participou ainda de “O Botequim”, “A Torre em Concurso”, “O Ministro e a Vedete e “Abalou Bangu”.

Foi assistente de direção de Marília Pêra em "O Reverso da Psicanálise" e dirigiu musicais, como: "Elas por Ela", "A Prima Dona", "Charity, Meu Amor", "Aluga-se um namorado” , entre outros.

Seu primeiro papel em cinema foi na pornochanchada “As Mulheres Fazem Diferente”, com Vera Fisher e Sandra Barsotti,. Em seguida vieram “O Vampiro de Copacabana”, “O Casamento”, “Tieta do Agreste”, “Os Melhores Momentos da Pornochanchada”, “O Viajante”, e, mais recentemente, “Xuxa e os Duendes” e “Maria, Mãe do Filho de Deus”).

Recentemente, André participou da novela “Senhora do Destino” (2004), das microsséries “Hoje é Dia de Maria” e “Hoje é Dia de Maria 2” (2005)- , na TV Globo. Em 2006, na Rede Record, esteve na novela “Cidadão Brasileiro”. Ainda em 2006 gravou outra produção da Record, “Vidas Opostas”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários só irão ao ar se aprovados pelo dono deste blog.

Não será aceito comentários com:
- xingamentos ou ofensas;
- propagandas indevidas;
- spams;

Pedidos de parcerias somento por e-mail.