Festa Junina


A festa junina é a segunda maior festa comemorada no Brasil perdendo somente para o carnaval. É uma festa de celebração aos três mais importantes santos católicos: São João, São Pedro e Santo Antônio.

Origem da Festa Junina

A celebração da Festa Junina surgiu em conseqüência do solstício de verão na Europa, norte da África e Oriente Médio, período em que os povos celtas, bretões, sardenhos, bascos, persas, egípcios, sírios e sumérios realizavam rituais de fertilidade para favorecer o crescimento da vegetação e a fartura das colheitas. Apesar das celebrações serem consideradas pagãs, a Igreja Católica não poderia apagá-las da história dos povos, com isso, foram adaptadas às comemorações da festa de São João, que se originou no dia 24 de junho, dia do solstício.

Os dias de São João, Santo Antônio e São Pedro, são no mês de junho, por isso, as comemorações que ocorrem durante todo o mês foram denominadas de “Festa Joanina”, especialmente em homenagem a São João. Segundo alguns historiadores, o nome joanina teve origem nos países europeus católicos no século IV. Quando veio para o Brasil foi modificado para junina. A tradição de comemorar a Festa de São João foi trazida pelos portugueses, logo incorporada aos costumes dos povos negros e indígenas.

Datas da festa

As celebrações têm início no dia 12 de junho, véspera do dia de Santo Antônio e terminam no dia 29 do mesmo mês, dia de São Pedro. Mas o auge da festa ocorre entre os dias 23 e 24, dia de São João.

Símbolos da Festa Junina

Fogueira:
Serve para proteger contra os maus espíritos, para purificação do local e para homenagear e agradecer os santos.

Fogos de artifício: Serve para acordar São João e para espantar os maus espíritos.

Pau-de-sebo: É um mastro de cinco metros coberto com sebo com um prêmio na ponta. Vence quem escalar o mastro e pegar o prêmio.

Quadrilha: É uma dança francesa que se popularizou e se incorporou nas festas juninas.

Casamento Caipira: Feito por causa da noiva que engravidou antes do casamento e seus pais obrigam o noivo a se casar.

Mastro: Simboliza o desejo da fertilidade. Para isso, deve ser lançado junto ao mastro cabelos, unhas e sementes como manifestação do desejo.

Comidas Típicas da Festa Junina

Canjica:
Doce tipicamente brasileiro. Seus ingredientes são o milho, leite e açúcar. Também podemos acrescentar o amendoim e o leite-de-coco.

Pamonha: É uma comida feita de milho, típica do centro-oeste brasileiro. O milho verde é ralado e junto com essa massa é adicinado sal ou açúcar. Depois disso, a massa é colocada em "copos" feitos com a própria casca do milho, que é cozida posteriormente.

Milho cozido: Muito simples, é necessário apenas cozer e temperar o milho.

Pipoca: O milho é colocado na panela, é “estourado”, temperado e servido.

Maçã-do-amor: As maçãs são mergulhadas em uma calda de açúcar, glucose e conrante vermelho, são espetadas em um palito de picolé para servir como cabo, depois que a calda seca estão prontas para serem servidas.

fonte: http://www.brasilescola.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários só irão ao ar se aprovados pelo dono deste blog.

Não será aceito comentários com:
- xingamentos ou ofensas;
- propagandas indevidas;
- spams;

Pedidos de parcerias somento por e-mail.